RH

Equipe Remota, você sabe como gerenciar?

À medida que a tecnologia avança e se insere no mundo real, as empresas passaram a deixar de lado a necessidade de ter um escritório tradicional e optaram por um modelo novo e mais moderno: o trabalho remoto.

Este novo modelo consegue reduzir alguns custos, principalmente com a redução de espaço físico e provê algumas vantagens como a flexibilidade de horário dos colaboradores. Apesar dos benefícios, gerenciar uma equipe remota não é algo fácil.

Seguem alguns pontos que acreditamos serem essenciais para te ajudar a entender como funciona este modelo:

Acerte na equipe

O 1º ponto necessário para que você consiga gerenciar uma equipe remota é se certificar de que as contratações que foram feitas são as mais adequadas para exercer esse trabalho.

Lembre-se que este modelo é mais indicado para os profissionais que não precisam de uma constante supervisão.

O processo de recrutamento desses profissionais deve ser muito assertivo, conte com a ajuda da tecnologia, principalmente para filtrar aqueles que têm os conhecimentos compatíveis com a função que exercerão. No momento da entrevista, recomenda-se o método tradicional, ou seja, o olho no olho.

Vale a pena também determinar um período de avaliação para que o colaborador consiga se ajustar às funções antes de a contratação ser dada como efetiva.

Seja transparente na comunicação e objetivo ao estabelecer responsabilidades

Coloque por escrito todas as habilidades e as responsabilidades que você espera que funcionem durante a execução do trabalho como os prazos, a disponibilidade e até o tempo de resposta para cada solicitação que for feita. É preciso ser detalhista para evitar conflitos e falta de entendimento.

Da mesma maneira que você, que vai gerenciar a equipe remota, está colocando as suas expectativas, peça para os membros do time fazerem o mesmo. Descubra quais são as perspectivas de cada um.

Para que tudo funcione corretamente, alinhe as expectativas entre quem já faz parte da equipe com os que estão chegando, isto evitará que mal-entendidos aconteçam, como a incompatibilidade entre horários.

Aposte na comunicação assíncrona

Em uma equipe descentralizada, a comunicação precisa ser assíncrona. As pessoas podem trabalhar de diferentes regiões do mundo, o que implica a existência de fusos horários. Isso pode acontecer até mesmo no Brasil com o horário de verão e a diferença de horários entre os estados.

Desta forma é essencial levar em consideração que, enquanto um membro da equipe está dando duro, outro pode estar dormindo. Por isso, é importante que a comunicação seja assíncrona e, para que isso funcione, jamais tome decisões em cima da hora.

Prepare-se com uma antecedência maior do que o normal para organizar tudo antes de passar as informações a frente, as reuniões precisam ser pré-planejadas para que haja uma compatibilidade de horários entre todos os membros envolvidos e o tempo de discussão acaba sendo menor e melhor aproveitado, pois todos estão focados no que realmente interessa.

Teste a sua tecnologia

O trabalho remoto tem um quê de real time. Por mais que os membros da equipe não estejam na mesma sala, todos precisam permanecer unidos por meio da tecnologia. Sendo assim, a comunicação acontece por meio de softwares que precisam funcionar corretamente.

Certifique-se de que todos os sistemas utilizados para a comunicação e para a transmissão de dados sejam compatíveis, permitindo que os projetos possam ser atualizados por mais de um colaborador — tudo com o seu devido registro.

Entre os recursos possíveis, abuse daqueles que mantêm os arquivos na nuvem como Google Drive, We transfer, etc.

O mesmo cuidado deve existir nas reuniões, escolha uma plataforma que será usada como base e ferramentas que permitam a interatividade e faça testes com antecedência.

Conclusão

A gestão de equipes remotas é um desafio complexo e atual para todos os gestores. Ela depende de processos claros e de um monitoramento eficaz, que possa medir a capacidade dos colaboradores diante do tipo de trabalho proposto assim como a sua satisfação.

Não menos  importante ainda é o estabelecimento de uma relação de confiança entre todos os membros da sua equipe.  

Se você está assumindo uma equipe remota agora, atente-se às dicas compartilhadas para facilitar sua gestão. No começo, as checagens devem  feitas com maior frequência e, com base na construção de uma relação bem estruturada, os intervalos diminuirão naturalmente.

Clique aqui para baixar o e-book

Sobre o autor

Marcelo Braga

Marcelo Braga

Fundador e Diretor Executivo da REACHR. Headhunter desde 2000 (Sócio Fundador da SEARCH, Ex-Sócio Sênior da FESA e Ex-Consultor Michael Page). Anteriormente na indústria automotiva (General Motors e Plascar). Engenheiro Químico – Unicamp e Pós-graduado em Administração de Empresa pela FGV.

Deixar comentário.

error: Content is protected !!
Navegação