Home Dicas Empresarial Liberar funcionário para assistir aos jogos da Copa não é obrigatório