Dicas

Roda da vida – Como ela pode te ajudar a bater suas metas nesse ano

Antes de começar a ler este texto, por favor, faça download do arquivo que usaremos para exemplificar as situações. Fazer download.

A roda da vida é um instrumento muito utilizado em processos de coaching para autoconhecimento. Existem muitas teorias a respeito, alguns dividem em 8 frentes, outros em 12. Há algumas divergências sobre os nomes de cada campo, mas ao final, independente da forma como está sendo empregada é um conceito muito válido. A roda da vida parte de um princípio simples. Nossa vida precisa girar suavemente. Alguém já viu uma roda cheia de dentes, buracos, fluir para a direção e velocidade certa, conforme lhe foi traçado? Então. Não adianta nada termos uma ou outra área da nossa vida muito bem desenvolvida enquanto outras estão muito defasada e se tornando uma fonte para futuros problemas.

Vamos nos conhecer? É bem simples.

Diga a si mesmo e anote. De zero a dez, qual a importância da Espiritualidade na minha vida? E do equilíbrio emocional? E da minha saúde e disposição? Qual a importância do meu desenvolvimento intelectual? O quanto seria importante eu ter realizações e propósito na vida profissional? Quão importante são os recursos financeiros para mim? E a minha família, quão importante ela é? E no aspecto afetivo, qual a importância da relação afetiva na minha vida?

Feito isto, deve ter o seguinte quadro preenchido (Fazer download):

Agora que já viu o quão importante cada item é na sua vida, preencha a tabela abaixo com as notas de zero a dez que diga o quão feliz você está com cada um dos itens.

Agora vamos comparar o desejado com o atual.

O excelente em cada campo não é ser 10, e sim ter a importância e realidade no mesmo nível. Portanto, para construir sua roda da vida faça uma proporção. Se acima disse que a importância do equilíbrio emocional é 8 e a situação atual é 6. Neste campo sua roda da vida é 6/8, que é 0,75, então multiplique por 10 que dá 7,5%. Faça isto para cada campo. Ou seja, divida a coluna atual sobre a coluna importância e multiplique o resultado por 10.

 

Agora desenhe uma roda como a acima. Faça um círculo. Cruze duas linhas ao centro para dividir em quatro partes. Depois cada uma destas partes divida ao meio, formando 8 partes. Isto feito, pinte seu sua roda.

Ficou parecida com uma roda? Ou ficou cheia de dentes?

Os itens que apresentam diferença positiva com a média, significa itens que você está melhor do que precisa. Isto é ótimo ter frentes que te erguem. Por outro lado, os itens que estão negativos são os itens que te seguram. Tanto os itens positivos quanto negativos são empecilhos para que nossa roda da vida gire na direção e velocidade traçada.

Como nossa energia é única. Na verdade até conseguimos ter mais energia no caso de nossa saúde estar muito. Mas para cada momento nossa energia é única. Se há campos que estamos muito acima e outros que estamos muito abaixo, não seria mais adequado redistribuir alguns esforços para as áreas que estão negativas?

Agora que sabemos onde estão nossos gargalos e fortalezas, vamos traçar nossas metas para 2018!

Com base nestes gargalos, trace seus objetivos do tamanho real que pode alcançar no ano. De preferência, trace objetivos de 5 anos, e o objetivo para este ano alinhado com este objetivo maior. Pense bem o que precisa para melhorar os vales da sua roda da vida. Defina os recursos que precisa para alcançar, tempo necessário, sub-metas para avaliar temporariamente se está indo na direção certa.

Questione-se sempre se é de fato necessário aprender com os próprios erros para aprender, ou se em alguns itens é possível aprender com os erros dos outros? Muitas vezes queremos re-inventar a roda, quando ela já está pronta e apenas precisamos replicá-la.

Lembre-se sempre de rever sua meta, pelo menos uma vez ao mês. Entender onde está, se as ações feitas estão surtindo efeito e se necessário, repense o plano de ação, para uma forma que te leve na direção desejada. Atente-se para as inúmeras ações que perceberá que está fazendo e que não está alinhadas aos seus objetivos. Muitas destas ações são desnecessárias e apenas servem para drenar nossa energia e tempo para as ações que mais importam.

Neste momento, também veja tudo de bom que está fazendo e redobre sua confiança que vai conseguir atingir seus objetivos. Autoconfiança é fundamental. E lembre-se, pedir ajuda para amigos, parentes, colegas de trabalhos, procurar casos de sucesso na internet, grupos em redes sociais. Ouvir demais pessoas auxiliam em muito a conquistas dos nossos objetivos.

Siga este caminho e me conte ao final de 2018 o quanto foi importante para você alcançar seus objetivos.

Sobre o autor

Marcelo Braga

Marcelo Braga

Fundador e Diretor Executivo da REACHR. Headhunter desde 2000 (Sócio Fundador da SEARCH, Ex-Sócio Sênior da FESA e Ex-Consultor Michael Page). Anteriormente na indústria automotiva (General Motors e Plascar). Engenheiro Químico – Unicamp e Pós-graduado em Administração de Empresa pela FGV.

Deixar comentário.

Navegação