1040729532643051
Dicas

Como fazer um currículo atraente e competitivo?

Muitas vezes, quem está à procura de um emprego tem dúvidas sobre como fazer um bom currículo. A preocupação é válida, afinal, esse documento será o primeiro contato com o recrutador e as informações contidas nele podem definir a participação ou não no processo seletivo para a vaga em questão.

Se você também tem dúvidas sobre como fazer um bom currículo, acompanhe este artigo e confira todas as informações necessárias que devem ser incluídas no seu!

Antes de fazer o currículo, avalie suas chances para a vaga

Antes de preparar o seu currículo, avalie o quanto o seu perfil já é competitivo para a vaga desejada. Isso quer dizer que você deve entender o que o mercado de seu interesse busca nos profissionais. Você pode descobrir isso, por exemplo, através de pesquisas na Internet, em grupos específicos sobre a sua profissão, ou conversando com profissionais mais experientes, além dos seus professores.

Ao fazer essa pesquisa, também encontrará os pontos que precisa desenvolver para ganhar mais força no mercado de trabalho. Com isso, será mais fácil traçar os planos de ação para melhorar, como, por exemplo, fazer outros cursos (existem muitas boas opções on-line, e também há muitos gratuitos), estudar temas relevantes, participar de palestras, workshops etc.

Com essas informações preliminares, será possível criar um currículo mais forte e que tenha mais chances de levar o candidato às demais etapas do processo seletivo.

Agora, veja como fazer um bom currículo

Informe corretamente todos os dados pessoais

Atente-se para incluir os seus dados pessoais corretamente, não deixando faltar nenhuma informação. Essa parte é muito importante, pois, para o recrutador entrar em contato, precisará ter seus dados atualizados. Dê atenção especial aos telefones, tanto fixo quanto celular, e inclua um e-mail que você acessa com frequência.

Destaque um objetivo claro

Em apenas uma linha, o objetivo deve ser inserido, ou seja, escreva o cargo e a área em que pretende atuar. Evite mais de um objetivo no mesmo currículo, pois pode demonstrar falta de foco.

Descreva sua formação acadêmica

Nesse tópico do currículo, devem ser incluídas as informações referentes à faculdade cursada. É necessário incluir o nome da instituição, o curso, ano de início e de conclusão, mesmo que seja a previsão, se ainda estiver estudando.

Caso tenha um curso técnico, só deverá ser mencionado se estiver relacionado à vaga pretendida. Escreva o nome da escola, curso e o período estudado.

Relate a experiência profissional

Os jovens, que ainda não possuem experiência ou têm pouco tempo no mercado de trabalho e buscam uma oportunidade de emprego consideram essa parte do currículo bem desafiante. A dica é valorizar as informações do período acadêmico, descrevendo atividades que participou durante o período universitário, tais como o jornal, empresa júnior, centro acadêmico, iniciação científica, entre outros. Essa é uma forma de destacar suas habilidades e também demonstra interesse em aprender e aproveitar as oportunidades.

Inclua idiomas

Idiomas são importantes para o mercado de trabalho; porém, devem ser incluídos somente aqueles em que você realmente tem conhecimento, com o nível correto de proficiência. É melhor não mentir ou aumentar nesse ponto, pois pode haver provas ou mesmo entrevistas para testar se há de fato o domínio da língua estrangeira.

Acrescente cursos extras

É comum os estudantes fazerem cursos extras, geralmente, de curta duração. São ótimos para atualização e aprimoramento do conhecimento em determinadas áreas. Porém, devem ser incluídos somente aqueles que estão relacionados ao cargo e área que estão informados no “objetivo”.

Dicas extras de como fazer um bom currículo

É muito importante revisar com muita atenção o currículo, para evitar erros ortográficos e informações indevidas. Se possível, peça para outra pessoa ler. Incluir foto não é necessário, a menos que a empresa solicite. Se esse for o caso, coloque uma foto 3×4 com perfil profissional.

O currículo precisa ser um documento conciso, principalmente, para jovens profissionais com pouco tempo de experiência, portanto, uma página é suficiente.

Você gostou das nossas dicas de como fazer um bom currículo? Compartilhe esse post nas redes sociais e divida a informação com os seus amigos!

Sobre o autor

Marcelo Braga

Marcelo Braga

Fundador e Diretor Executivo da REACHR. Headhunter desde 2000 (Sócio Fundador da SEARCH, Ex-Sócio Sênior da FESA e Ex-Consultor Michael Page). Anteriormente na indústria automotiva (General Motors e Plascar). Engenheiro Químico – Unicamp e Pós-graduado em Administração de Empresa pela FGV.

5 comentários

  • Muito bom o artigo Marcelo, com essas orientações fica mais limpo e direto o currículo.
    Já consultei diversas postagens sobre como construí-lo e construí diversos currículos e sempre fico na dúvida se está bom ou não; como consigo um feedback sobre o que apresentei é realmente o que o recrutador espera? O currículo para o recrutador é o mesmo que para quem solicitou a vaga?

  • Muito bom o artigo Marcelo, com essas orientações fica mais limpo e direto o currículo.
    Já consultei diversas postagens sobre como construí-lo e construí diversos currículos e sempre fico na dúvida se está bom ou não; como consigo um feedback sobre o que apresentei é realmente o que o recrutador espera? O currículo para o recrutador é o mesmo que para quem solicitou a vaga?

    • Oi Diovaldo, bom dia!
      Ótima pergunta. Sou favorável a ter algumas versões de currículos. Um mais resumido, que é para abrir portas. Um mais detalhado. E outros dando ênfase ainda mais detalhada em algumas áreas específicas para a posição que está concorrendo. Este último, recomendo não enviar, e sim entregar somente na entrevista pessoal. E lembre-se, o currículo bom é feito de boas experiências prévias, resultados, investimentos em formação e cursos. Em não tendo nada disto, não adianta ter um currículo super bonito. Nestes casos, o melhor é buscar alternativas de fortalecer estes aspectos. Um abraço, Marcelo

Deixar comentário.

Navegação