RH

5 etapas fundamentais em processos seletivos

O sucesso na contratação de funcionários está diretamente ligado ao planejamento e organização nas etapas do processo de recrutamento. Ficou para trás o tempo em que a subjetividade na hora de contratar falava mais alto.

Bons resultados na seleção e recrutamento significa que a empresa vai ter melhores resultados graças aos esforços do RH desde o início e todos ficarão felizes. Os benefícios de investir nas etapas de processos seletivos são diversos:

O passo a passo do processo seletivo

Estruturar essas etapas de seleção e recrutamento requerem tempo do gestor. Tem dúvidas? Então confira alguns passos que podem ser seguidos e considerados para uma melhor organização:

1 – Planejamento e distribuição: pense na descrição detalhada da vaga, requisitos dos candidatos e perfil.

2- Distribuição: onde o anúncio será distribuído e promovido, de acordo com o perfil pretendido. Exemplo: seção trabalhe conosco, redes sociais da empresa, feiras de recrutamento, consultorias etc.

3- Seleção dos candidatos: etapa crucial nos processos seletivos, é aqui que o recrutador precisa dedicar um tempo precioso na triagem dos currículos, testes (específicos e de personalidade), marcação e realização de entrevistas.

O processo pode ser dividido em fases para facilitar a jornada do recrutador: online, presenciais dinâmicas e individuais.

4- Gestão: sabemos que os gestores e recrutadores não organizam e realizam um processo por vez, mas dependendo do porte da empresa são diversas contratações a serem concluídas.

Por isso contar com a gestão por softwares ou serviços virtuais pode fazer toda a diferença durante as etapas de processos seletivos.

5- Feedback: a comunicação com o candidato sobre o andamento do processo, avisando se ele passou para a próxima fase e orientações de como proceder, ou então, informando que ele não foi selecionado para prosseguir.

Otimização de tempo na seleção e recrutamento

É cada vez mais comum a troca por processos tradicionais e que demandam muito tempo por serviços digitais e mais precisos, em empresas de todos os portes. Até para acompanhar a nova leva de talentos da mudança da geração Y pela geração Z, que já nasceu “tecnológica”.

Um exemplo dessa mudança é que essa nova geração já está abandonando os tradicionais currículos de papel e, em contrapartida, as empresas também tendem a preferir o recebimento de candidaturas exclusivamente online.

Essas foram apenas algumas etapas do complexo processo de seleção. As organizações têm necessidade de resultados mais assertivos e isso passa inevitavelmente pela atuação do RH, que podem contar serviços como a plataforma personalizável e completa da Reachr.

Sobre o autor

Marcelo Braga

Marcelo Braga

Fundador e Diretor Executivo da REACHR. Headhunter desde 2000 (Sócio Fundador da SEARCH, Ex-Sócio Sênior da FESA e Ex-Consultor Michael Page). Anteriormente na indústria automotiva (General Motors e Plascar). Engenheiro Químico – Unicamp e Pós-graduado em Administração de Empresa pela FGV.

Deixar comentário.

Navegação